Pesquisas Concluídas

O INOPE é um instituto de Pesquisa e sua missão e foco é a realização de pesquisa e análise de dados para tomadas de decisão.

Com 100% de acerto, Inope se consolida como referência em RR

Instituto foi criado em 2012, em Roraima, depois dos erros das outras instituições de pesquisa que vinham de fora

O Instituto do Norte de Opinião Pública e Estatística (Inope) marcou história na sua segunda eleição trabalhando com pesquisas registradas. A empresa atuou em seis municípios realizando levantamentos junto ao eleitorado, sempre com pesquisas feitas pelo próprio instituto, e alcançou 100% de acerto no resultado, divulgado com exclusividade pela Folha na semana anterior à eleição.

“A Folha de Boa Vista é uma parceira, sempre divulga nosso trabalho, pois acredita em nossa credibilidade. Somos porta-vozes da população e nossa pesquisa é muito importante, pois norteia a campanha. Somos preparados e vamos trabalhar para sermos o melhor. Já estamos fazendo pesquisas em Manaus e no Maranhão. E vamos aprimorar cada vez mais nossas técnicas”, disse o professor Francisco Ednaldo dos Santos Sousa, diretor do Inope e membro da Associação Brasileira de Consultores Políticos (ABCOP).

O Instituto foi criado em 2012 por Ednaldo, que é professor nas áreas de química e física na rede estadual e municipal de ensino, além de especialista em marketing político e eleitoral. Ele resolveu criar o instituto por conta dos erros das outras instituições de pesquisa que vinham de fora para o Estado.

“Pensei: ‘Por que não podemos criar um instituto de excelência para sistematizar e divulgar pesquisas?’ Não cobramos caro, cobramos pelo nosso trabalho honestamente e oferecemos um trabalho de excelência. Estamos preparados para competir com qualquer instituto do Brasil. O Instituto é um projeto de vida. Sou químico, físico e analista político. Estudei em faculdade em Roraima e meus pais sempre me ensinaram a ser honesto e fiel”, disse.

O diretor explicou que o Inope tem metodologia própria. “Nós temos uma metodologia única muito precisa e rigorosa. Nossos pesquisadores são bem treinados, por isso vamos adquirindo credibilidade. A Folha divulga todas as nossas pesquisas por conta dessa credibilidade. Somos muito fiéis em mostrar o que a população quer. Em 2012 apontamos o Teca como prefeito de Alto Alegre e tivemos 100% de acerto. Tivemos também uma experiência para vereador em Boa Vista, onde outros institutos apontavam Chico Doido e dona Lurdinha. Nós apontamos o Marcelo Batista e vencemos. Em 2012, um instituto que veio de fora com valor altíssimo apontou um senador vitorioso, e nós apontamos outro. A nossa pesquisa estava correta. Também em 2014 divulgamos resultados e acertamos. Cada vez mais vamos nos aperfeiçoando nessa área. Não acredito em campanha amadora”, disse.

Urnas confirmaram os números das pesquisas no pleito deste ano

Em 2016, o Instituto apontou que três candidatos a prefeito dos seis maiores colégios eleitorais do interior de Roraima liderariam com folga a eleição e sairiam vitoriosos nas urnas, enquanto em outros três municípios a disputa aconteceria voto a voto, já que havia empate técnico entre os postulantes. “Pesquisamos sem encomendas, para que não tivesse suspeição sobre o resultado, embora seja legal, porém, optamos por atuar desta forma para que alcançássemos essa credibilidade, o que ajuda e muito no estudo e aperfeiçoamento das técnicas”, analisou Francisco Ednaldo.

Ele explicou que este ano o Instituto fez seis pesquisas de intenção de votos no interior do Estado, todas devidamente registradas e atendendo a todos os requisitos da Justiça Eleitoral. “Podíamos ter feito em todos os municípios, mas foi um tempo muito curto de campanha e não deu para fazer todos. Divulgamos os nossos resultados para sermos reconhecidos, para mostrar que temos pessoas honestas e estudiosas, e para oferecer um melhor trabalho. Não aceito esses valores tão altos para fazer um trabalho que pode ser feito de forma honesta e barata, com o custo devido. Acertamos tudo. Estamos aumentando a equipe, vemos nossos erros e nosso trabalho é 100% correto”, enfatizou.

Entre as cidades em que o Inope realizou pesquisas, cujos candidatos foram apontados como prováveis vitoriosos para o cargo de prefeito, estão Alto Alegre, onde foi eleito o prefeito Pedro Henrique Machado (PSD), com 55%; Argilson (PSDB), em Caroebe, com 45%; e Leandro (PSD), em Rorainópolis, com 30%. Já em Amajari, Cantá e São João da Baliza a disputa mostrou-se acirrada porque os candidatos que estão na frente na disputa pelo eleitor registram empate técnico, dentro da margem de erro das pesquisas.

Em São João da Baliza, Marcelo Jorge foi eleito prefeito com 1.283 votos, 56 votos a mais que Luiza Maura, que obteve 1.227 votos, o que foi devidamente registrado pelo Instituto. No Cantá, Carlos Barbudo conquistou 1.918 votos, fazendo o percentual de 20% dentro do percentual de 5% de margem de erro da pesquisa. Em Amajari, a vitória da candidata Vera Lucia reafirmou o que a pesquisa também sinalizou.

Gostou da pesquisa? Compartilhe

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email

Tenha uma pesquisa

E tome as melhores deciões.

FAÇA O SEU ORÇAMENTO

Solicite o seu orçamento e te responderemos o mais rápido !

Deseja um Orçamento?

Por e-mail ou por telefone. Te explicamos tudo.
Há mais de 10 anos trabalhando com muita seriedade.